top of page

Categoria faz nova paralisação e aguarda resposta da Administração sobre abertura de negociação

Os servidores e servidoras da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (DPE/RS) realizaram mais um dia de paralisação nesta segunda-feira (17). A categoria busca valorização através da implementação de uma série de benefícios já previstos em lei, mas que não estão sendo pagos pela instituição. As reivindicações também envolvem maior participação e transparência.


As paralisações ocorreram em diversas comarcas do estado e os servidores e servidoras estiveram em frente às sedes da DPE/RS para explicar à população os motivos da atividade.


Em Porto Alegre, um grupo se reuniu em frente à sede administrativa da Defensoria Pública, na rua Sete de Setembro, onde também dialogaram com a população e com a imprensa.


Reunião com a Administração


A coordenação do SINDPERS e a Comissão de Negociação foram recebidos pela defensora-assessora do Gabinete do defensor público-geral Clevenice Scopel.


Na conversa, os representantes dos servidores e servidoras expuseram os motivos do descontentamento da categoria em relação ao andamento da pauta de reivindicações. Eles também pontuaram a necessidade de estabelecimento de um calendário de implementação dos pedidos como uma forma de compromisso da Administração.


A assessora do Gabinete ressaltou que acredita que a reivindicação de um calendário seja justa e se comprometeu a intermediar uma reunião do sindicato e da Comissão de Negociação com a Comissão de Implementação do Plano de Carreira, que foi a instância designada pelo DPG para as negociações da pauta de reivindicações.


A Administração deve dar uma resposta sobre a agenda até às 19 horas de hoje.


130 visualizações

Comments


bottom of page