top of page

Centenas de milhares voltam às ruas contra ações do governo Bolsonaro

Mais de 600 mil pessoas foram às ruas em todo o país e no exterior em manifestações contra o governo Bolsonaro que ocorreram no último sábado (24). Somente no Rio Grande do Sul, os organizadores estimam que cerca de 100 mil pessoas estiveram nos protestos que ocorreram na Capital e em mais de 60 cidades na Região Metropolitana e interior do estado. Em faixas e cartazes os participantes se manifestaram contra a reforma administrativa e as privatizações, pediram vacina para todos e auxílio emergencial até o fim da pandemia, e teceram críticas ao governo pelas denúncias de corrupção na compra de imunizantes e pelas mais de 550 mil mortes pela covid-19 no país.


Em Porto Alegre, a concentração se iniciou às 15h em frente à Prefeitura. Por volta das 16h, os manifestantes iniciaram uma caminhada em direção ao bairro Cidade Baixa. De acordo com o jornal Brasil de Fato RS, o protesto na Capital reuniu cerca de 90 mil pessoas. Durante a caminhada, muitas pessoas nos comércios, calçadas e janelas manifestaram apoio às manifestações.


Os atos também foram marcados por homenagens às vítimas da covid-19 e da falta de políticas para conter o avanço do vírus. Em todo o país, pessoas carregavam cartazes lembrando dos familiares e amigos que perderam para o novo coronavírus.


No total foram registrados 509 manifestações em 495 cidades de 18 países. Além do Brasil, onde os atos ocorreram em todas as capitais, no Distrito Federal e em centenas de cidades no interior, o #24J ocorreu também na Alemanha, Áustria, Bélgica, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Irlanda, México, Portugal, Inglaterra, República Tcheca e Suíça.


Foto da capa: Luiza Castro/Sul21


6 visualizações

Comentarios


bottom of page