top of page

Lula afirma que reajuste a servidores é investimento e critica quem chama de “gasto”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou na sexta-feira (24), durante discurso em Araraquara, interior de São Paulo, quem afirma que o reajuste de salário a servidores públicos “é gasto”. O presidente afirmou que é preciso saber o que é gasto e o que é investimento e defendeu que se o funcionário está feliz pode produzir o dobro. 


Para Lula, é proibido chamar de gasto o que é investimento no governo:


"É preciso mudar o discurso. É preciso saber o que é gasto e o que é investimento. O governo federal não pode dar aumento para os funcionários porque é gasto. Quando as empresas dão aumento para os seus funcionários, por que elas dão? Porque elas sabem que o funcionário precisa de aumento para trabalhar mais feliz. Então não é gasto, não. É investimento que ela está fazendo na melhoria da sua produção. Por que o governo, quando aumenta médicos, quando aumenta detidos, quando aumenta uso, é gasto? Não! Salário não é gasto, é investimento. Porque se a pessoa estiver trabalhando feliz e motivada, ela produz um dobro, ela se dedica muito mais e ela vai publicar toda sua tarefa. Então, no nosso governo, é proibido falar a palavra gasto em coisas que é investimento".


A fala do presidente vem em meio às negociações com categorias de servidores públicos federais que estão em greve há cerca um mês e meio pedindo reajuste salarial. 


Fonte: Editado de CBN


52 visualizações

Comments


bottom of page