top of page

Mais de um ano após início da pandemia, Brasil registra recorde de óbitos por covid-19

No dia de ontem, quarta-feira (10), o Brasil registou um novo recorde de óbitos pela covid-19 e superou pela primeira vez a marca de 2 mil mortes em 24 horas. Ao todo, 2.286 brasileiros e brasileiras perderam a vida para o coronavírus e para o descaso dos governos com a resposta à pandemia. A quantidade de pessoas que não resistiram ao novo coronavírus já chega a 270.917. Ainda há outras 2.930 mortes em investigação, o que ocorre quando o diagnóstico sobre a causa só sai após o óbito do paciente.


O total de casos desde o início da pandemia chegou a 11.202.305. Entre ontem e hoje, foram registrados 79.876 novos diagnósticos positivos por equipes de saúde. O número de casos ativos em acompanhamento por equipes de saúde supera a marca de 1 milhão.


Neste cenário catastrófico, o Rio Grande do Sul já ocupa o quarto lugar entre os estados com maior número de óbitos pela doença. Somente nas últimas 24 horas, foram confirmados 10.457 casos e registradas 251 mortes.


A taxa de ocupação de leitos de UTI coloca o estado em uma situação de caos, com 106,6% de taxa de ocupação e com as principais emergências da Capital fechando por falta de capacidade para receber novos pacientes.


Vivemos em um cenário que se agrava a cada dia há mais de 365 dias. A economia foi priorizada em detrimento das vidas e o que se vê, agora, é que o total descaso acabou por não salvar nem vidas, nem a economia.


O SINDPERS se solidariza com com as famílias, colegas e amigos das 270.917 vítimas da covid-19 e do descaso de nossos governantes.


9 visualizações0 comentário