Manifestação de servidores públicos marca inicio de atividades contra Reforma Administrativa

O SINDPERS participou, na manhã desta terça-feira (15), de manifestação em defesa da educação e contra a Reforma Administrativa promovida pela pela Frente dos Servidores Públicos do Rio Grande do Sul. O ato ocorreu em frente à Escola Estadual Rio Grande do Sul, que está ameaçada de fechamento pelo governador Eduardo Leite (PSDB), e foi proposto para chamar a atenção para o ataque à educação pública em curso no país, que deve se aprofundar com a Reforma proposta pelo governo Bolsonaro.


A atividade teve a participação de servidores representantes sindicais de diversas categorias de servidores federais, estaduais e municipais do estado. O coordenador-geral do SINDPERS, Thomas Vieira, vê a atividade desta manhã como um primeiro passo para mobilizar a população contra a Proposta de Emenda Constitucional 32/2020: “O ato de hoje, com todas as medidas necessárias para a proteção das pessoas, marcou o início das mobilizações de rua contra a PEC da Rachadinha. Não tenho dúvidas que as ruas dirão não às intenções de Bolsonaro, Guedes e aliados de institucionalizar a corrupção em todo o serviço público. Corrupção que está restrita hoje a cargos de ocupação política, pode se espalhar por tudo e, isso, tenho certeza que as populações gaúcha e brasileira não vão permitir”.


No dia 30 de setembro, a Frente dos Servidores Públicos irá realizar nova manifestação contra a Reforma. A atividade deve acontecer em frente à Secretaria Estadual de Saúde e integrará as ações que acontecerão em todo o país pelo Dia Nacional de Luta em Defesa do Serviço Público.



4 visualizações0 comentário