Manifestação em frente ao Piratini pede reposição salarial para servidores do RS

A União dos Trabalhadores do Sistema de Justiça do RS participou, nesta terça-feira (15), do ato unificado por reposição salarial, que reuniu diferentes categorias do funcionalismo público em frente ao Palácio Piratini.


O funcionalismo público gaúcho já está há mais de sete anos sem reposição, período em que a desvalorização salarial ultrapassou os 50%. A União dos Trabalhadores do Sistema de Justiça do RS é composta pelo SINDPERS, SIMPE-RS, SINDJUS/RS, ABOJERIS E ASJ e pleiteia que o governo conceda um aumento de, ao menos, 10,06% às categorias, o que representa ainda somente as perdas com a inflação de 2021.


O coletivo ainda protocolou, junto à Casa Civil, um pedido de audiência com o governador Eduardo Leite (PSDB) para discutir a reposição salarial dos servidores da Defensoria Pública, Ministério Público e Tribunal de Justiça.


O coordenador-geral do SINDPERS, Thomas Vieira, avalia que a atividade desta manhã foi um momento importante de diálogo entre as diferentes categorias do funcionalismo estadual: “Foi a primeira atividade em que participamos como União dos Trabalhadores do Sistema de Justiça e foi bastante válida. Pudemos dialogar com as diversas categorias presentes ao ato, em especial, as educadoras e os educadores, bem como pedir audiência com o governo do Estado, a fim de tratar do índice da Revisão Geral”.


Foto Capa: Luiza Castro/Sul 21

50 visualizações0 comentário