Próximo passo pelo PPCS pode ser a greve, definiu Assembleia Geral do último sábado (23)

Os servidores e servidoras da Defensoria Pública do RS voltaram a se reunir em Assembleia Geral virtual, no último sábado (23), para discutir o andamento do Projeto de Lei 146/21, do plano de carreira. Reunindo cerca de 10% da categoria, foi definido que a próxima Assembleia Geral irá deliberar sobre a declaração de greve da categoria. Os participantes também definiram o calendário eleitoral para sucessão da Coordenação da ASEDPERS.


Plano de Carreira


A Assembleia Geral definiu algumas ações que serão realizadas nos próximos dias na agenda de luta pelo Plano de Carreira. Na terça-feira (26), como já estava previsto, a categoria irá paralisar suas atividades durante todo o expediente, atendendo somente aos casos de urgência.


Às 9h será realizada uma manifestação em frente à Assembleia Legislativa para pressionar o relator do PL 146/21, deputado Frederico Antunes (PP). Às 13h outro ato será realizado em frente à sede da Defensoria Pública, em Porto Alegre. Os custos dos colegas de fora de Porto Alegre para participação nos atos serão ressarcidos pelo SINDPERS.


A categoria também definiu que irá divulgar uma carta aberta aos defensores(as) públicos(as) pedindo que manifestem apoio ao plano de carreira.


Nas redes sociais, as postagens sobre o tema terão também a hashtag #FomosEsquecidos, para lembrar que a categoria está há 5 meses aguardando a movimentação do PL 146/21 na Assembleia Legislativa.


Para a próxima Assembleia Geral, ficou definido que deverá deliberar já sobre a declaração de greve da categoria.


Eleição


Foram prorrogados por mais seis meses os atuais mandatos da coordenação da ASEDPERS. O calendário eleitoral inicia no dia 23 de fevereiro de 2022, com a inscrição das chapas. No dia 23 de março ocorre a votação e, no dia 23 de abril, será realizada a posse da chapa eleita.


54 visualizações0 comentário