top of page

SINDPERS reúne-se com candidatos a Defensor Público-Geral

Atualizado: 15 de mar.

O Sindicato dos Servidores da Defensoria Pública do Estado (SINDPERS) esteve reunido na tarde de segunda-feira (11) com três candidatos(as) ao cargo de Defensor(a) Público(a)-Geral (DPG), para debater pautas de interesse da categoria. Participaram do encontro as defensoras Aline Corrêa Lovatto e Silvia Pinheiro de Brum, assim como o defensor Nilton Leonel Arnecke Maria, ex-mandatário da instituição entre os anos de 2012-2016.


Na ocasião, estiveram presentes o Coordenador-Geral do Sindicato, Anderson Kegler, o Coordenador Financeiro, Diego Meira, a Coordenadora de Comunicação, Clareana Kunzler, e a Coordenadora para Assuntos Estratégicos, Marcela Kaufmann. O primeiro assunto discutido foi a segurança das Comarcas, considerada de maior preocupação pelo sindicato.


Neste ponto, o trio de defensores se mostrou atento ao tema, considerando ser uma das pautas emergenciais. Caso sejam eleitos, apontaram ser uma prioridade a realização de um mapeamento de toda a instituição, para obter informações necessárias e poder resolver as dificuldades de cada Comarca ou setor, incluindo as demandas de pessoal e infraestrutura. 


Em relação a sobrecarga de trabalho dos servidores, a proposta do trio é ampliar o quadro de apoio, visando atingir a meta de um analista por Defensor ao longo do mandato. “É necessário aumentar a força de trabalho para acompanhar o crescimento da instituição”, apontou Arnecke. Neste ponto, o sindicato reforçou que foi contatado recentemente pelos servidores aprovados no novo concurso, os quais solicitaram auxílio para obter a ampliação das vagas de ingresso na DPE.


O coordenador-geral do SINDPERS fez questão de frisar a importância da transparência das ações de uma futura Administração em relação aos servidores, em especial no que tange às vagas disponíveis para remoção e nomeação. Os candidatos se comprometeram a trabalhar com transparência, sendo essa uma das palavras-chave do slogan de suas campanhas.


Além disso, foi tema central da conversa a qualificação do quadro de servidores. Os defensores mostraram interesse em buscar ferramentas e cursos que contribuam para a capacitação de técnicos e analistas, tanto na hora do ingresso na instituição como também de forma continuada, para melhoria do serviço prestado à população.


Em relação a valorização remuneratória dos servidores, o retorno do prêmio produtividade foi apontado como uma possibilidade, dentro de parâmetros novos de avaliação. Por fim, sobre a hipótese de um novo plano de carreira dos servidores do Tribunal de Justiça e do Ministério Público, foi confirmada a intenção de manter-se a paridade entre as três instituições. Dessa forma, caso haja envio por parte dos demais, a Defensoria abriria o diálogo com os servidores para elaboração em conjunto de um novo plano de carreira.


As eleições para o novo mandatário da instituição ocorrem entre os dias 11 e 15 de março. Deste resultado será formada a lista tríplice a ser enviada ao governador Eduardo Leite, que indicará o nome do(a) novo(a) DPG. A posse está marcada para o dia 11 de abril.



Na foto, na frente, da esquerda para a direita: Clareana Kunzler, Silvia Brum e Marcela Kaufmann. Ao fundo, Nilton Leonel, Aline Lovatto, Diego Meira e Anderson Kegler

168 visualizações

Commentaires


bottom of page